8-dicas-para-ensinar-o-seu-filho-a-cuidar-do-planeta.jpeg

8 dicas para ensinar o seu filho a cuidar do planeta

Sabemos que a natureza, há tempos, pede socorro. Mas a consciência sobre os problemas ambientais não se desperta de um dia para o outro. É um trabalho longo, diário e que, por isso mesmo, deve começar cedo, com as crianças. Contudo, essa não pode ser uma tarefa de responsabilidade exclusiva da escola. O papel da família é fundamental.

Então, que tal começar agora a ensinar o seu filho a cuidar do planeta? Algumas atitudes simples do dia a dia já podem fazer toda a diferença. E, se você está pensando naquela história de que “uma andorinha só não faz verão”, saiba que não é bem assim!

Fazer o bem contagia, à vista disso, comece em sua casa, com as crianças. Logo, elas falarão sobre os novos hábitos na escola, com os colegas e professores. E, quando você menos esperar, já haverá toda uma corrente em prol de um mundo melhor!

Para te ajudar nisso, separamos neste post algumas dicas para ensinar o seu filho a cuidar do planeta. Vamos lá? Continue lendo e confira!

1. Diminua o tempo dos banhos

Crianças adoram brincar debaixo do chuveiro, não é mesmo? Mas, hoje, sabemos que a água pode se esgotar.

Segundo o Greenpeace, cerca de 1,7 bilhão de pessoas no mundo já sofrem com a falta de água. E o Brasil, infelizmente, é um dos países que mais desperdiça. Por isso, ensine o seu filho a preservar esse bem tão preciosos do nosso planeta.

O banheiro consome cerca de 80% de toda a água utilizada em uma casa — 40% pela descarga, 30% pelo chuveiro e 10% pela pia. Para se ter uma ideia, um banho de 15 minutos consome, aproximadamente, 135 litros de água!

Portanto, se você conseguir reduzir o tempo de banho do seu filho para 8 minutos — com a torneira fechada enquanto ele se ensaboa — o consumo já cairá para 45 litros. Você pode, por exemplo, estipular o tempo de uma pequena seleção de músicas. Quando terminar, ele saberá que é hora de sair do banho e ajudar a cuidar do planeta.

2. Recicle o lixo de casa

O lixo é um dos principais problemas do mundo. Ninguém mais sabe o que fazer com ele, ou onde colocá-lo. Só o Brasil produz cerca de 230 mil toneladas de lixo diariamente, segundo o Greenpeace.

Atualmente, a melhor maneira de reduzir essa enorme quantidade é a reciclagem. Por isso, ensine ao seu filho como separar os resíduos limpos do lixo. Nesse caso, o ideal é ter lixeiras coloridas para os diferentes tipos de materiais.

No carro, tenha sempre uma sacolinha de pano para descarte de papel de guloseimas ou garrafinhas PET, por exemplo. E aproveite para explicar ao pequeno sobre os problemas causados quando esse lixo é jogado nas ruas — bueiros entupidos, inundações e famílias com suas casas alagadas.

3. Consiga brinquedos de segunda mão

Sem dúvida, o consumismo é um dos grandes responsáveis pelos problemas ambientais. A produção de bens polui o ar e os rios, as embalagens geram lixo, e as pilhas usadas (quando não são descartadas corretamente) causam grandes prejuízos à natureza.

Fale sobre isso com seu filho; faça-o pensar antes de comprar um brinquedo. Mostre-lhe alternativas, como as feiras de troca. Hoje, há grupos nas redes sociais que se encontram justamente para trocar brinquedos usados.

Além disso, ensine o pequeno a doar e até a construir seus próprios brinquedos. Inclusive, será uma ótima oportunidade para mostrar como se pode utilizar o lixo reciclado!

4. Faça uma horta caseira

Essa é uma maneira excelente para mostrar que os alimentos não surgem do nada na prateleira do supermercado, mas sim que eles dependem da natureza. Aliás, todos nós dependemos da natureza, ceto?

É possível fazer uma pequena horta até mesmo em uma pequena varanda de apartamento: plante alguns temperos e hortaliças. Mostre a seu filho que, para que o alimento chegue à mesa da família, há todo um processo. Que ele precisa da terra, da água, do sol, de cuidados.

E aproveite para falar sobre a importância de se alimentar de produtos da terra, e do consumo dos orgânicos.

5. Aproveite integralmente os alimentos

Chame seu filho para ir à feira com você! Essa é uma ótima dica para ele se familiarizar com produtos frescos. Assim, você poderá introduzi-los no cardápio da criança com mais facilidade.

E, quando for preparar a comida, convide o pequeno para te acompanhar. Procure algumas receitas interessantes e mostre para ele que é possível aproveitar os alimentos de forma integral — desde a casca, os talos, até as sementes.

Além disso, lembre-se de que a reciclagem pode acontecer dentro da cozinha! Então, que tal aproveitar o pão do dia anterior para fazer um delicioso pudim? Com certeza, seu filho vai adorar.

6. Incentive a economia de energia

O hábito de apagar as luzes dos cômodos que não estão sendo utilizados deve fazer parte da rotina da casa. Bem como o de desligar os aparelhos eletrônicos no momento em que não estiverem em uso. Converse com seu filho sobre a importância disso.

As usinas hidrelétricas inundam áreas e destroem ecossistemas. As termelétricas, utilizadas como alternativa em tempos de seca, emitem gases que contribuem com o efeito estufa. E as usinas nucleares representam enormes riscos à vida, além de gerarem lixo atômico, extremamente tóxico.

Logo, quanto menor a demanda por energia, menores serão os prejuízos ambientais.

7. Utilize meios de transportes alternativos

Hoje em dia, as crianças não caminham mais. Já estão tão acostumadas a ir de carro a todos os lugares — até à padaria, que fica logo ali na esquina! Então, fale com seu filho sobre a poluição causada pelos carros e ônibus.

Nesse caso, uma boa ideia é adotar a bicicleta como meio de transporte para trajetos mais curtos e seguros. Além disso, sempre que possível, caminhe. Seu filho vai adorar dar uma volta pelo bairro de mãos dadas com você. E, certamente, vai reparar em detalhes que nunca havia percebido de dentro do carro.

Aproveite para falar sobre o respeito ao bem comum — ruas, praças, parquinhos etc.

8. Consuma produtos biodegradáveis

A poluição de mares e rios é responsável por uma série de doenças e tem destruído ecossistemas completos. E o detergente é um dos principais vilões nesse processo. Ele forma uma camada de espuma na água que impede que o oxigênio penetre, matando os peixes e outros organismos vivos.

Use em sua casa os produtos biodegradáveis de base vegetal, que não causam danos ao meio ambiente — nem às pessoas, já que também são hipoalergênicos. Além disso, os produtos que prezam pela sustentabilidade não fazem testes em animais.

Enfim, converse sobre tudo isso com seu o filho. Mostre que está fazendo a sua parte e o convide para cuidar do planeta junto com você! Gostou das dicas? Então, aproveite para assinar a nossa newsletter e saiba mais sobre sustentabilidade e vida saudável!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This