animal-de-estimacao-veja-quais-produtos-de-limpeza-fazem-mal.jpeg

Animal de estimação: veja quais produtos de limpeza fazem mal

Manter a casa organizada e limpa — principalmente se você trabalha o dia todo, tem filhos e um animal de estimação — é uma tarefa que exige disciplina e muitos cuidado.

Afinal, essa limpeza implica em estocar detergentes, pesticidas, venenos, sabão em pó e outros produtos químicos. E tais produtos, se ingeridos pelo seu bicho querido, podem adoecê-lo e, dependendo da sua composição, até matá-lo.

Por isso, neste post falaremos sobre os cuidados que você deve ter na hora de limpar a casa, os produtos de limpeza que devem ser evitados quando se tem pets, e ainda algumas dicas para manter essa limpeza segura e saudável para todos. Interessada? Então, continue lendo!

Como o meu animal de estimação é intoxicado?

A curiosidade faz parte da índole do animal. E, muitas vezes, esse instinto de aventura e de saber “o que é isso” acaba levando o bichinho a engolir alguma coisa que temos em casa e que lhe fará mal.

Assim, mesmo com todas as precauções e procedimentos para que a residência seja um local seguro para o pet, sabemos que acidentes com artigos de limpeza e outros produtos venenosos acabam ocorrendo.

Além da ingestão de produtos ou materiais quimicamente contaminados, o seu cão pode ser envenenado, por exemplo, lambendo uma substância nociva na sua pele, comendo plantas ou grama que tenham sido pulverizados com algum tipo de veneno contra pragas, inalando gases ou até absorvendo certas quantidades de resíduos químicos através da pele.

Quais podem ser os sintomas de envenenamento?

De fato, os sintomas de intoxicação são vários, e dependerão do tipo de substância com a qual o seu animal teve contato. Relacionamos, a seguir, os mais comuns e evidentes:

1. Apatia

Quando os peludos não estão passando bem, costumam ficar deitados, amuados num cantinho, encolhidos, sem vontade de brincar ou até com problemas para se locomover.

2. Falta de apetite

Intoxicações também podem deixar os bichinhos com enjoo, e preferindo não comer.

3. Respiração anormal

Apesar de não ser um padrão, certos casos de intoxicação ou envenenamento aceleram os batimentos do seu coraçãozinho, deixando-os ofegantes.

4. Vomito e diarreia

No geral, os bichos se comportam como nós quando comem alguma coisa que “não cai bem”. A primeira reação é vomitar. Se isso não resolve, pode ocorrer a diarreia, com ou sem sangue.

Quais são os produtos de limpeza que fazem mal ao meu pet?

Realmente, essa lista é grande. Mas não se assuste. Nós dividimos esses produtos em duas categorias: corrosivos e não corrosivos, e aproveitamos para identificar os problemas que cada um desses itens pode causar ao seu bichinho. Confira:

Corrosivos

  • querosene e gasolina: provocam feridas e inflamações na língua;
  • produtos para limpar pisos e mesas: causam diarreia;
  • produtos para limpeza de fornos e fogões: causam salivação intensa;
  • ceras: podem causar o apodrecimento do tecido bucal e, consequentemente, um forte odor;
  • creolina e soda cáustica: causam queimaduras nos lábios, boca e língua.

Não corrosivos

  • alvejantes: provocam vômitos;
  • detergentes: causam no pet uma respiração arquejante;
  • pesticidas e herbicidas: provocam uma salivação intensa, também conhecida como ptialismo;
  • amaciante de roupa: causam vômitos;
  • óleos desinfetantes: também provocam vômitos e diarreia.

Como devo proceder se o meu bicho foi intoxicado?

Caso você perceba um desses sintomas, possivelmente o seu animal consumiu ou absorveu alguma substância tóxica. Nesse caso, a primeira providência é procurar identificar que tipo de produto foi ingerido, inalado ou absorvido.

Determinado o produto, faça uma leitura em sua bula para saber quais são os componentes de sua fórmula e verificar as instruções para combate imediato à intoxicação. A seguir, leve-o até um veterinário ou clínica para realizar os cuidados necessários.

De toda forma, repare bem nos sintomas do bichinho. Isso ajudará muito no diagnóstico do profissional veterinário. E, caso o animal esteja vomitando ou com diarreia, recolha amostras, para que possam ser analisadas.

O tratamento é doloroso e demorado?

Bom, cada caso é um caso. Tratar de bichos que foram intoxicados depende da substância que faz parte da composição do produto, assim como da quantidade que foi aspirada, engolida ou absorvida.

Para atrasar os efeitos da substância tóxica e conseguir obter mais tempo para levar o animal ao veterinário, é aconselhável dar a ele cápsulas de carvão ativado, facilmente disponíveis em farmácias e drogarias.

O carvão funciona como um adsorvente, fazendo com que a substância venenosa se fixe nele, dentro do estômago, evitando que ela atue no organismo do pet. Para isso, deve ser ministrado até 30 minutos após a intoxicação — depois disso, a substância já entrou na corrente sanguínea, cortando o efeito do carvão.

Como prevenir para que meu bicho não se intoxique?

Na maioria das vezes, a intoxicação e o envenenamento são ocasionados pela própria falta de cuidado do dono do pet amado.

Portanto, preste muita atenção ao usar inseticidas, detergentes, soda cáustica, desinfetantes, sabão em pó, sabão em barra e venenos para baratas e ratos. Especialmente os produtos com perfumes e odores fortes, que chamam a atenção dos animais de olfato aguçado. Guarde tudo fora do alcance.

Quais produtos devo usar para evitar danos ao meu pet?

Biodegradáveis

Acredite: produtos de base vegetal são tão eficientes quanto os tradicionais. Sua formulação contém apenas matérias primas de base vegetal e são super eficientes. E, como não agridem o meio ambiente, eles têm menor possibilidade de ocasionar intoxicações, alergias e danos à saúde dos pets.

Produtos fabricados em casa

Os produtos de limpeza caseiros são outra opção para uma faxina sem riscos para os animais de estimação. A partir de componentes extraídos da natureza, é possível fabricar artigos de limpeza biodegradáveis e orgânicos.

Na internet, você pode encontrar várias dicas e receita para fabricá-los em casa. Eucalipto, cascas de laranja, limão e bicarbonato de sódio, por exemplo, têm o mesmo poder que os produtos industrializados.

O que fazer a mais para garantir a saúde do meu bichinho?

Você, que tem o seu pet em casa, sabe o quanto ele significa para todos da família. Contudo, como vimos, um relacionamento realmente harmonioso entre todos no lar requer atenção especial com a limpeza do ambiente do bichinho e com a da sua casa.

Nesse sentido, obter informações sobre a limpeza de casa, os hábitos ecológicos e os benefícios de produtos de base vegetal e ecologicamente corretos é indispensável para garantir o seu bem-estar e o do seu animal de estimação!

E aí, gostou das nossas dicas? Então, agora que você sabe mais a respeito dos cuidados com os produtos de limpeza para não intoxicar seu pet, que tal compartilhar este post com seus amigos nas redes sociais?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This