as-tecnicas-de-agricultura-biodinamica-e-as-fases-da-lua.jpeg

As técnicas de agricultura biodinâmica e as fases da lua

Não só os apaixonados observam a Lua. Agricultores biodinâmicos também estão sempre de olho no movimento do astro que ilumina nossas noites. Mas encantar-se pela Lua não é difícil, e não apenas por causa de sua beleza incomparável, mas também por tudo aquilo que nossos antepassados já sabiam que ela faz por nós e pela natureza.

Erra quem acha que todo esse encanto causado pela Lua é supersticioso ou ilógico. Hoje em dia, mesmo a ciência formal já reconhece o que a sabedoria popular sempre soube: a Lua tem influência em nossa vida — interfere no movimento das marés, no nascimento de bebês, no crescimento do cabelo e também na vida das plantas.

Fruto da consciência dessa interferência lunar na dinâmica dos vegetais, as fases da Lua têm uma grande importância na agricultura biodinâmica.

Entenda mais agora!

A origem da agricultura biodinâmica

A agricultura biodinâmica lança mão de conhecimentos tradicionais acumulados ao longo dos séculos por povos agricultores. Ela foi apresentada pela primeira vez por Rudolf Steiner, em 1924, em palestras e cursos ministrados durante o Congresso de Pentecostes, realizado na Polônia.

Para compreendermos a agricultura biodinâmica, é importante situar esse modelo dentro de uma filosofia mais ampla: a antroposofia. De acordo com a Sociedade Antroposófica, a antroposofia foi desenvolvida por Steiner no século XX como um método de conhecimento do ser humano e da natureza que extrapolasse os limites da ciência convencional.

Um ponto importante para o surgimento da antroposofia no século XX foi a preocupação com as implicações que o avanço da vida moderna estaria trazendo para o cotidiano das pessoas, fazendo-as, muitas vezes, descartar sólidos conhecimentos tradicionais e substituí-los por uma compreensão do mundo para a qual tudo deveria ser confirmado formalmente por cientistas.

Os motivos para usá-la

Essa visão da vida tão pautada no pensamento racional está até mesmo por trás de todo este espanto e curiosidade que nos causa pensar que ainda hoje agricultores se orientam pelas fases da Lua para organizarem seus períodos de plantio e colheita.

E esse espanto é totalmente compreensível, se pararmos para pensar que, hoje em dia, se tornou comum substituir o tempo da natureza pelo tempo das máquinas, dos defensivos agrícolas e dos compostos orgânicos. Esses produtos fazem nossos alimentos crescerem mais rápido e em maior quantidade, porém, são usados sem preocupação com os riscos à saúde de pessoas e animais e o equilíbrio da natureza.

A antroposofia acredita que devemos buscar a harmonia com os outros seres humanos e com o meio ambiente, portanto, as técnicas da agricultura biodinâmica só podem ser colocadas em prática em propriedades agrícolas que mantenham o equilíbrio ambiental em suas lavouras.

Seu funcionamento

Nas lavouras biodinâmicas, não são utilizados produtos químicos nem defensivos agrícolas, pois isso comprometeria todo o equilíbrio ambiental de que os alimentos necessitam para crescer de forma saudável, respeitando o tempo da natureza.

Como forma de preparar a terra e garantir sua saúde, em vez de pesticidas e herbicidas, Steiner propôs o uso de preparados biodinâmicos produzidos a partir de substâncias minerais, vegetais e animais. E, como forma de orientar os tempos de plantio e colheita, ele propôs o uso de um calendário celestial.

O papel da Lua

Nesse calendário celestial biodinâmico, a Lua assume um importante papel como guia do que deve ser plantado em cada época do calendário lunar.

Por emitir a luz recebida do Sol, a Lua acaba tendo grande influência no desenvolvimento dos vegetais. Em períodos de Lua cheia, temos noites mais iluminadas, enquanto, em períodos de Lua nova, temos noites mais escuras. É essa incidência indireta de energia solar sobre os cultivares que acaba afetando a forma como eles se desenvolvem ao longo das fases da Lua.

De acordo com a Associação Biodinâmica, antigamente, as pessoas diziam que, entre a Lua minguante e a Lua nova, “tudo o que dá da terra para fora míngua, e da terra para dentro cresce”. Essa sabedoria popular se justifica porque, durante esse período, a baixa reflexão de luz pela Lua propicia o desenvolvimento das raízes, já que caules e folhas passam a demandar menos energia da planta.

Portanto, nesse período, alimentos de que são consumidas as raízes, como tubérculos, rizomas e bulbos comestíveis, são favorecidos.

Já entre a Lua crescente e a Lua cheia, a energia de origem solar com que os cultivares são banhados ao longo da noite acaba excitando o vegetal e fazendo com que ocorra um fluxo maior em toda a planta. Portanto, cultivares de que são consumidas as folhas e as frutas são beneficiados nesse período.

Peculiaridades do calendário celestial biodinâmico

De acordo com a Associação Biodinâmica, a aplicação do conhecimento das fases na Lua da agricultura é realizada também em outros modelos agrícolas, e o que diferencia o calendário biodinâmico de outros mais populares é a complexidade de seu calendário celestial.

O calendário biodinâmico não atenta apenas para as fases da Lua, mas também para todos os signos do zodíaco. As plantas são divididas em quatro grupos dentro da agricultura biodinâmica, de acordo com os quatro elementos, e estão associadas aos signos do zodíaco.

Em períodos regidos por signos de água, são cultivadas plantas ligadas a esse elemento, que são aquelas de que se utiliza mais o caule. Em períodos regidos por signos de terra, são cultivadas raízes. Em períodos de signos de fogo, as frutas são favorecidas, e em períodos regidos por signos de ar, são cultivados os vegetais cujas folhas são utilizadas.

A agricultura biodinâmica conseguiu resgatar o contato do homem com o cosmos, que era tão presente nas culturas pré-modernas e que foi perdido na esteira do desenvolvimento tecnológico.

A natureza tem a solução para tudo, e observando-a e respeitando-a conseguimos extrair dela alimentos cheios de sabor e nutrientes, sem colocar em risco o meio ambiente e a saúde do planeta Terra. Mesmo na correria dos dias atuais, é possível resgatarmos a harmonia com a natureza, trazendo paz e saúde para a nossa vida.

Nós, da Biowash, também estamos sempre buscando colaborar com a construção de um mundo mais harmônico e equilibrado. Se este artigo tiver te ajudado e você quiser acompanhar de perto nossos posts, assine nossa newsletter!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This