como-evitar-acidentes-domesticos.jpeg

Como evitar acidentes domésticos?

Ter uma casa bonita e, ao mesmo tempo, segura e funcional não é tarefa fácil. São tantos detalhes para se pensar que, muitas vezes, deixamos passar despercebida alguma situação de perigo que pode causar acidentes domésticos, não é mesmo?

Saiba que um simples tapete mal colocado, móveis com quinas desprotegidas ou o uso e a exposição inadequada de produtos de limpeza são apenas alguns fatores de risco. Por isso, é importante estar sempre atento, passando regularmente aquele “pente fino” por todos os cômodos da casa, para conferir as instalações e identificar os possíveis erros que possam causar acidentes domésticos.

Se você tem crianças em casa, a atenção e o cuidado devem ser redobrados. Afinal, a gente sabe que os pequenos são curiosos por natureza, adoram mexer em tudo e fazem de cada item da casa uma nova descoberta. Mas, fique tranquilo, pois é possível manter a casa bonita, em ordem e, ao mesmo tempo, segura.

Pensando na segurança e no bem-estar da sua família, neste post, explicaremos em detalhes o que fazer para evitar acidentes domésticos, abordando os erros e os perigos mais comuns. Quer saber como evitá-los? Acompanhe!

Escolha pisos e tapetes adequados

Para evitar quedas, tropeções e escorregões, utilize tapetes antiderrapantes, principalmente se o piso da sua casa for muito liso. De nada adianta ter aquele tapete importado maravilhoso no chão da sala se, ao andar sobre ele, a peça oferecer risco de tombos.

O mesmo vale para os capachos de entrada e para os tapetes dos quartos das crianças. Para esse caso, outra sugestão é utilizar os famosos revestimentos de EVA, que, além de serem antiderrapantes e apresentarem conforto térmico para as crianças brincarem no chão, são ainda opções coloridas e divertidas para combinar com a decoração do quarto.

Também tenha cuidado com os tapetes altos, pois o desnível que eles apresentam em relação ao chão pode ser um perigo considerável para as crianças menores, que ainda não conseguem levantar o pezinho por completo quando estão começando a andar.

Sobre o banheiro, a dica é unânime, mas não custa lembrar, não é? Vamos lá: nada de colocar qualquer tapete sobre o piso úmido, muito menos dentro do box. Para esse cômodo, o tapete antiderrapante deve ser da melhor qualidade possível.

Garanta a segurança na cozinha

Este item está no topo de qualquer lista de instruções para evitar acidentes domésticos. Afinal, é na cozinha que mora o maior número de perigos. Os riscos podem ser fatais ou causar sequelas irreversíveis.

Por isso, se sua casa tem crianças, idosos ou bichinhos de estimação, redobre o cuidado. Para os pequenos, vale a pena investir até mesmo em um portãozinho de entrada no cômodo. Assim, você bloqueia o acesso deles ao fogão e aos objetos cortantes, por exemplo.

As principais dicas para evitar acidentes nesse cômodo da casa são:

  • Cozinhar sempre nas bocas traseiras do fogão e manter os cabos das panelas e canecos virados para trás, de modo que as crianças nunca os alcancem;
  • Manter isqueiros e fósforos longe do alcance dos pequenos, preferencialmente em locais lacrados;
  • Tomar cuidado com toalhas de mesa compridas e esvoaçantes, pois a criança poderá puxá-las e derramar alimentos quentes;
  • Utilizar lacres de segurança nas gavetas de talheres e demais objetos perfuro-cortantes, além de colocar os objetos de vidro, como taças e travessas, nas partes mais altas do armário.

Tenha cuidado ao guardar e manusear produtos de limpeza

Os produtos de limpeza podem até parecer inofensivos e desinteressantes, mas não aos olhos das crianças, já que os pequenos adoram conferir as embalagens. Por isso, para evitar acidentes domésticos jamais deixe os materiais de limpeza à vista. Guarde-os em locais altos, protegidos e, de preferência, trancados.

Mesmo para os adultos, esse tipo de produto apresenta riscos que vão além dos acidentes domésticos. Isso porque, se você escolher materiais de limpeza inadequados, sua saúde sofrerá as consequências imediatamente após o uso.

Outra sugestão é sempre utilizar luvas quando for manusear produtos de limpeza e nunca os retirar de suas embalagens originais, pois isso os tornaria ainda mais interessantes aos olhos das crianças, por exemplo.

Escolha produtos hipoalergênicos e biodegradáveis

Olhos irritados, nariz coçando e garganta arranhando são só alguns dos sintomas clássicos da utilização de produtos inadequados que, geralmente, tendem a ser os materiais de limpeza tradicionais das prateleiras dos mercados.

Por isso, nesse caso, a dica de ouro para diminuir não só o risco de acidentes domésticos, mas também os danos à sua saúde e ao meio ambiente, é investir em produtos hipoalergênicos – naturais e de base vegetal. Eles são, sem dúvida, as opções mais seguras e eficazes na hora da limpeza.

Isso porque, ao contrário dos materiais convencionais, os produtos de limpeza naturais e hipoalrgênicos são sustentáveis e possuem fórmula 100% vegetal, ou seja, não apresentam elementos derivados do petróleo em sua composição, o que os torna 100% biodegradáveis e, consequentemente, menos agressivos à saúde e ao solo, à água e ao ar.

Coloque grades ou telas em janelas e sacadas

Aqui não existe outra opção: para evitar acidentes domésticos – inclusive com os pets – é fundamental colocar grades ou telas de proteção nas janelas, sacadas e demais locais de acesso restrito. Corrimão e guarda-corpo nas escadas são igualmente essenciais.

Quanto às brincadeiras das crianças, é muito importante também que os próprios pais estabeleçam limites de até onde elas podem brincar, proibindo o acesso dos pequenos aos terraços, sacadas e escadas, por exemplo.

Tenha cuidado com piscinas

Regra de ouro: nunca deixe crianças desacompanhadas na piscina, nem por alguns minutos. Afinal, um simples balde com água na lavanderia já apresenta risco o suficiente para os pequenos se afogarem. Portanto, baldes precisam estar sempre de cabeça para baixo e a área da piscina deve ter um portão de acesso.

Por conta do piso escorregadio, não deixe as crianças correrem em volta da piscina ou portarem objetos de vidro, como copos e pratos. Ao fim do período de veraneio, mantenha a piscina coberta, eliminando de vez qualquer risco de acidente doméstico nessa área.

Proteja quinas de móveis, tomadas e fios

Além disso, nunca se esqueça da boa e velha dica sobre proteger as quinas dos móveis e as entradas das tomadas. Essa é uma atitude que evita que acidentes, como cortes, arranhões e choques – especialmente envolvendo crianças – aconteçam. 

Por fim, lembre-se de não deixar cordas e fios desprotegidos ou espalhados pela casa, pois isso é essencial para evitar tombos e acidentes mais graves.

Viu só? Mesmo sabendo que dentro de casa todo cuidado é pouco, é possível eliminar ao máximo os perigos para evitar acidentes domésticos.

Você tem mais dicas sobre como proteger sua família dos acidentes domésticos? Então deixe um comentário e conte para nós!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This