mitos-e-verdades-sobre-a-limpeza-domestica.jpeg

Mitos e verdades sobre a limpeza doméstica

Na hora de arrumar a casa é comum surgirem dúvidas sobre alguns mitos que garantem uma limpeza mais rápida e eficiente, mas que nem sempre são seguros ou confiáveis como o esperado.

Por isso, reunimos 7 mitos sobre a limpeza da casa para esclarecer, de uma vez por todas, o que é ou não verdade e qual o caminho a seguir para deixar o seu lar mais organizado e limpo. Confira!

1. Produtos multiuso podem ser usados para qualquer coisa

De fato, os produtos multiuso possuem diversas utilidades, são de grande serventia durante a limpeza da casa e ainda representam uma economia para o seu bolso. Porém, é preciso ficar atento em quais superfícies você pretende aplicá-los.

Isso porque eles devem ser utilizados apenas em superfícies que são laváveis ou plásticas, como espelhos, box, mármores, louças sanitárias, vidros, azulejos, pisos, paredes, etc.

Já para aquelas de metal e madeira, o ideal é evitar o uso desses produtos, pois podem ocasionar manchas, por exemplo.

2. Granitos e mármores suportam qualquer tipo de produto de limpeza

Que o mármore e o granito são pedras conhecidas pela sua durabilidade, aspecto diferenciado e resistência você já sabe, não é mesmo?

Porém, muitas pessoas associam essas características à possibilidade de usar qualquer tipo de produto para limpar superfícies desse tipo de material e acabam cometendo um grande erro.

Você nunca deve utilizar água sanitária, soda cáustica, querosene, saponáceo ou outros itens abrasivos que tenham um princípio ativo forte sobre essas rochas, pois pode provocar manchas ou pior: danos permanentes a elas. 

Para a correta limpeza de ambas, aplique semanal ou quinzenalmente soluções caseiras ou produtos neutros diluídos em água.

3. A mistura de água sanitária e sabão em pó é ótima para a limpeza pesada

Esse é um mito bastante equivocado devido ao efeito bactericida da água sanitária. Acontece que o seu resultado é momentâneo e depende, exclusivamente, da mistura com água para acontecer. Mas não para aí.

Afinal, o cloro presente na água sanitária é um componente químico inadequado e tóxico, que muitas vezes tem efeito negativo sobre a limpeza da casa. Ele apresenta um forte odor que impregna o ambiente e pode ocasionar alergias na pele, como a dermatite de contato e pode afetar as vias respiratórias.

Além disso, a sua utilização frequente é capaz de danificar os revestimentos do seu lar, como azulejos, texturas, pinturas, além deteriorar peças sanitárias e metálicas, amarelar as roupas e enferrujar os eletrodomésticos.

4. Varrer a casa é fundamental

Apesar de crescermos ouvindo que para limpar a casa é essencial varrer todos os seus cômodos, este hábito não é um dos melhores, especialmente durante a faxina.

Isso porque, ao varrer, a poeira tende a se espalhar pelo recinto, muitas vezes, só mudando de lugar. Com isso, a sujeira que estava no piso acaba indo para lugares mais altos, como camas, mesas, sofás, etc.

E isso acaba por estimular ou agravar problemas respiratórios e alergias, tanto em você quanto nas crianças, que são ainda mais suscetíveis a eles. Portanto, o método correto de limpeza é usar um pano úmido direto no chão ou utilizar um aspirador de pó durante a faxina.

5. Produtos hipoalergênicos e antialérgicos são a mesma coisa

Devido à confusão entre os termos hipoalergênico e antialérgico, muitos passaram a acreditar que ambos significam, na prática, a mesma coisa. Acontece que esse mito, assim como tantos outros, está incorreto.

Produtos hipoalergênicos têm como principal função prevenir que reações alérgicas, como inflamações e irritações cutâneas, se manifestem em você a medida em que usa determinados itens.

Já os antialérgicos são aqueles elaborados para combater a alergia e só devem ser utilizados depois que a reação, desencadeada por algum componente ativo do material de limpeza, se manifestar na pele, por exemplo.

Portanto, é fundamental estar atento às diferenças entre ambas as opções para garantir a sua saúde e o seu bem-estar físico, sem abrir mão da higienização correta da sua residência.

6. Jornais são excelentes para a limpeza de vidros

Embora seja um hábito comum em diversos lares, limpar vidros com jornal está longe de ser uma boa ideia. Primeiro, porque esse material não é garantia de uma remoção completa da poeira ou da sujeira acumulada sobre a superfície.

Segundo, porque ao esfregar espelhos e janelas você pode danificar ou até mesmo causando riscos neles. Por isso, ao higienizar ambos, procure sempre usar produtos indicados para esse fim.

Ao escolher o produto, dê preferência, é claro, àqueles que são livres de solventes petroquímicos e que contenham álcool etílico. Para secar, opte por um pano macio e que não solte fiapos.

7. Soluções caseiras não funcionam na limpeza da casa

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, soluções caseiras à base de limão, vinagre e bicarbonato podem ser grandes aliadas na limpeza da casa. Confira a seguir!

Limão

O ácido da fruta cítrica é capaz de remover gorduras, acabar com maus odores e eliminar germes de diferentes superfícies da cozinha, por exemplo.

Vinagre

Já o vinagre, por sua vez, é excelente para combater o mofo e o mau cheiro, além de funcionar como desinfetante e desengordurante, devido a sua alta concentração de ácido acético. 

Ele pode ser usado na higienização do carpete, na limpeza do cantinho do seu animal de estimação e até como substituto do amaciante de roupa.

Bicarbonato de sódio

Por fim, o bicarbonato de sódio pode apresentar outras utilidades, que vão além do preparo de alimentos, quando combinado com os itens já citados, pois tem função bactericida e é ecologicamente correto.

Pode ser usado como abrasivo na higienização de azulejos e pias do banheiro, para polir pratas, para remover impurezas do micro-ondas e tirar odores da geladeira.

Gostou de desvendar os mitos e verdades que envolvem a limpeza da casa? Então anote nossas dicas acima e garanta que o seu lar esteja devidamente higienizado e sem oferecer qualquer dano ou incômodo a você e a sua família.

Ficou interessado em saber mais sobre o assunto? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro de conteúdos exclusivos para a limpeza da sua residência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This