produtos-de-limpeza-o-que-eu-preciso-saber-sobre-detergente.jpeg

Produtos de limpeza: o que eu preciso saber sobre detergente?

O detergente de cozinha já é um velho conhecido das famílias brasileiras, principalmente quando o assunto em questão é a sua eficácia contra a gordura indesejada. No entanto, outros aspectos podem ser tão importantes quanto a eficiência dos produtos de limpeza, e é preciso ficar por dentro deles.

Assim, será possível, por exemplo, evitar os danos causados à pele, já que na maioria das vezes os tensoativos petroquímicos são substâncias consideradas muito agressivas, tanto para o nosso organismo quanto para o meio ambiente.

Além disso, é importante observar os aspectos sobre a melhor utilização do produto na limpeza das superfícies em geral. Neste post, você vai conhecer os principais detalhes sobre os detergentes e como prevenir danos. Confira:

A correta aplicação do detergente

Como o detergente está sempre ao alcance das mãos, é comum a utilização, também, fora da cozinha. Porém, é preciso saber que o produto foi elaborado com o objetivo principal de remover a gordura dos utensílios laváveis.

Portanto, algumas finalidades extras que surgiram ao longo da existência do produto precisam ser executadas com cautela.

Além de lavar louça, saiba onde mais ele pode ser aplicado com segurança:

  • para tirar manchas de gordura em tecidos;

  • para limpar lentes de óculos;

  • para higienizar aparelhos elétricos (desde que controlada a quantidade de água para enxaguar a fim de não danificar a parte elétrica);

  • para eliminar pulga de cães (mas é preciso enxaguar bastante e sem atingir a região dos olhos);

  • para pulverizar plantas (eliminando algumas pragas);

  • para lavar o motor de carros.

As superfícies que podem ser danificadas

Por esse motivo, na hora da limpeza, nada de querer substituir o sabão em pó ou mesmo certos produtos fabricados especificamente para determinadas superfícies.

O uso inadequado pode lhe render mais trabalho e grandes prejuízos pela frente, pois o detergente forma uma quantidade excessiva de espuma. Essa ação pode manchar alguns objetos, além de exigir um enxágue rápido e abundante.

Então, fique por dentro do que pode ser danificado pelo uso de detergentes:

  • máquina de lavar louça (lembre-se de que existem produtos específicos para esse aparelho);

  • máquina de lavar roupas;

  • sofás e demais objetos à base de espuma;

  • tela de computadores;

  • pintura de carros;

  • partes do corpo (que ficam sujeitos ao ressecamento no caso de higienização).

A relação entre crianças e produtos de limpeza

Você sabia que uma criança pode ficar intoxicada gravemente ao ingerir detergente de cozinha? Por essa razão, algumas medidas preventivas devem fazer parte do dia a dia nas casas onde os pequenos também reinam. Afinal, todo o cuidado ainda requer vigilância constante, não é verdade?

Sendo assim, os produtos com substâncias tóxicas devem ser utilizados na sua embalagem original para não haver mal-entendidos. O ideal é que eles sejam guardados em armários altos e trancados.

Outra dica de ouro é não utilizar embalagens vazias para guardar os produtos de limpeza, principalmente as de gêneros alimentícios.

Os alimentos e a contaminação química

Para que um alimento esteja em boas condições de consumo, é fundamental estar livre dos vários tipos de contaminação. Além das impurezas e microrganismos (como bactérias, fungos e vírus) os gêneros alimentícios podem ser contaminados pelo uso inadequado dos detergentes.

Afinal de contas, o produto é produzido a partir de substâncias petroquímicas que são nocivas ao ser humano. Portanto, nada de higienização dos gêneros alimentícios com detergente, pois, com certeza, vão ficar resíduos prejudiciais à saúde.

A opção dos detergentes vegetais

Além de representar maior cuidado com a saúde, os detergentes de formulação vegetal exibem em seu rótulo a vantagem de serem sustentáveis. Atualmente, empresas especializadas estão investindo na fabricação tendo como base os óleos vegetais, que simplesmente se dissolvem na água e não agridem o meio ambiente.

Boa opção também para quem prima pelos cuidados com a pele sem perder a eficácia na hora de tirar a gordura dos objetos. Os produtos disponíveis no mercado garantem ainda ação hidratante e fragrância suave.

Agora, com relação aos cuidados com a natureza, vale lembrar que nem sempre os produtos biodegradáveis são exatamente inofensivos. Aliás, os detergentes comercializados atualmente entram em decomposição no meio ambiente. No entanto, pesquisas apontam que eles ainda causam danos significativos.

A versão comum e as causas de alergias

Cada vez mais, as reações alérgicas estão invadindo a vida das pessoas, o que requer cuidado redobrado na utilização de produtos de limpeza e higiene. Além do mais, já se sabe que os detergentes comuns estão entre os campeões em causar as temidas alergias junto com o multiuso, o sabão em pó e a água sanitária.

Os sintomas são os mais variados, desde irritações na pele (por exemplo: vermelhidão, rachaduras, ressecamento excessivo etc.) a diversos problemas respiratórios, como tosse, coriza e garganta irritada. E, para apresentar tais sintomas, é necessário apenas entrar em contato com as substâncias alergênicas.

Como os detergentes servem essencialmente para remover a gordura dos objetos, a pele do corpo acaba sendo também atingida. Nesse caso, é retirada a proteção de gordura natural que temos, o que gera ressecamento e maior probabilidade de ter uma reação alérgica.

Os produtos de limpeza hipoalergênicos

Para entender melhor o porquê de escolher detergentes hipoalergênicos, é preciso, antes de tudo, saber o que significa tal denominação e para que eles são indicados.

Como o nome já diz, são produtos com reduzidas (hipo) chances de causar alergias (alergênicos). Então, para as pessoas que têm alergia a determinados produtos de limpeza, a solução pode ser mudar para a opção hipoalergênica.

Dessa forma, você pode estar prevenindo reações e melhorando a sua qualidade de vida, pois as substâncias consideradas de maior potencial alergênico são retiradas na hora da fabricação.

Porém, isso não significa a total eficácia para 100% dos alérgicos. O motivo é que algumas pessoas manifestam reações específicas a substâncias que estão fora do padrão utilizado como referência nos laboratórios.

Agora, para colocar todos esses conhecimentos em prática, você precisa saber mais sobre os produtos de limpeza de origem vegetal, hipoalergênicos, sustentáveis e biodegradáveis. Para isso, que tal entrar em contato conosco? Basta acessar o nosso site!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This