testes-em-animais-empresas-que-nao-os-realizam.jpeg

Testes em animais: empresas que não os realizam

Levar uma vida sustentável pode incluir várias atitudes na sua rotina diária, em ambientes que vão da sua casa ao trabalho. Essas atitudes também devem levar em conta a sua relação com a indústria, por meio das escolhas que você faz e dos produtos que você leva da prateleira dos supermercados e lojas para a sua casa.

Uma das coisas que você deve ficar atenta para saber se os produtos que você compra são ecológicos é observar se em seu processo de fabricação são feitos testes em animais. Apesar da crescente regulação sobre o tema, sabemos que infelizmente essa prática cruel ainda é muito mais comum do que deveria.

É sobre isso que vamos falar nesse artigo, te dando dicas de como encontrar produtos que, além de não fazerem testes em animais, são menos agressivos ao meio ambiente.

Mercado de cosméticos é o que mais faz teste em animais

Pode haver algumas exceções, mas quase tudo o que consumimos – como medicamentos, tintas, produtos de limpeza, alimentos industrializados e até automóveis – é ou já foi testado em animais.

Há até pouco tempo atrás, havia um consenso na indústria de cosméticos de que todos os ingredientes que compõem esses produtos deveriam ser testados em animais. Porém, após muitos debates e o engajamento de setores organizados da sociedade, como ONGs que atuam na defesa dos direitos dos animais, este cenário está mudando. 

Todos os anos, entidades lançam listas de empresas que não realizam testes em animais antes de lançar seus produtos no mercado. E essa lista vem aumentando. Hoje em dia, o mercado de cosméticos Cruelty Free está em franca ascensão.

Nesse artigo, elencamos informações valiosas para ajudar você a escolher produtos que são amigos da natureza e buscar o nome das empresas que não fazem testes em animais. 

Para que servem os testes em laboratório com animais?

Antes de falarmos sobre como identificar as empresas que realizam ou não esse tipo de procedimento, é importante entendermos em que circunstâncias esses testes são realizados e em que momentos eles são recomendados por organizações de saúde do Brasil.

Todos os anos, a indústria lança milhares de novos produtos no mercado. As versões são quase sempre inovadoras, mais eficazes ou ainda mais arrojadas que o produto anterior. Para chegar a esse resultado, alguns desses produtos passaram por anos ou até décadas de pesquisa e estudo.

No Brasil, em alguns casos muito específicos, os testes em animais durante essas pequisas ainda são permitidos. Quando o que está em jogo é a descoberta de um produto ou medicamento que pode curar doenças graves ou revolucionar o mercado de medicamentos, por exemplo, algumas organizações – como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) – recomendam que a empresa faça testes em animais com os novos componentes ou substâncias, antes que eles comecem a ser testados em humanos.

Opção por testes em animais é questionada pela sociedade

Mesmo com toda a tecnologia que dispomos hoje, algumas indústrias alegam que fazer os testes em animais é inevitável em alguns casos. Mas isso vem sendo amplamente discutido e, especialmente a indústria de cosméticos, vem sendo cobrada por entidades em defesa dos animais a recorrer a métodos alternativos de pesquisas para testar seus produtos.

No Brasil, esse tema passou a ser tratado com mais atenção pela sociedade e visto com mais cuidado pelo mundo corporativo depois do episódio, amplamente noticiado pela imprensa em 2013, envolvendo o Instituto Royal, em São Roque (SP).

Após protestar em frente ao local, ativistas invadiram as salas de laboratório e libertaram dezenas de coelhos, camundongos e cães da raça beagle. Os ativistas alegaram que havia denúncias de maus tratos animais, que seriam usados como cobaias em pesquisas e testes para uma indústria farmacêutica.

A produção de cosméticos brasileiros já é regulada por uma legislação, aprovada em 2014 pela Anvisa, que estabelece restrições às empresas quanto ao uso de animais nos testes. O uso de cobaias é permitido apenas em caso muito específicos e, com essa regulamentação, as empresas deverão abolir totalmente o uso de animais em seus testes até 2019. Na União Europeia, os testes foram banidos em 2013.

Como saber se a empresa realiza testes em animais?

Uma das principais organizações do mundo que luta em defesa dos direitos animais, a ONG inglesa PETA (Pessoas Pelo Tratamento Ético dos Animais), com mais de 3 milhões de membros, divulgou que em 2015 apenas 9 de 63 marcas de cosméticos pesquisadas não utilizaram animais como cobaias nos testes feitos em laboratório.

E por que algumas empresas de cosméticos ainda realizam testes em animais? Segundo a PETA, os testes são parte de uma estratégia de defesa de algumas empresas. Elas recorrem aos experimentos para que, caso algum consumidor alegue problemas de intoxicação ou alergias, por exemplo, a marca possa afirmar que o produto passou por testes.

No site da organização, há uma lista com os nomes das empresas e marcas que realizam testes em animais e aquelas que estão em vias de deixar de fazer o procedimento. Além disso, há ainda uma relação com os nomes dos produtos que são ou não testados em animais ou que trazem, em sua composição, ingredientes de origem animal.

A maioria das empresas que admite o uso de animais como cobaias argumenta que seu nome aparece na lista pelo fato delas atuarem também na China. Lá, há uma lei que exige os testes em animais.

As empresas que se comprometem junto à PETA a fabricar produtos sem prejudicar qualquer animal, conforme informa o site, ganham o selo Cruelty Free (isenção de crueldade).

Segundo o site da organização britânica, as empresas que entram na lista Cruelty Free formalizam uma declaração confirmando que na empresa e em toda a sua cadeia de valor (isto é, incluindo fornecedores e terceirizados) não há quem utilize testes em animais.

Essa lista não inclui as empresas que fabricam exclusivamente produtos que são obrigados, por lei, a serem testados em animais, como os produtos químicos de jardim e os medicamentos, por exemplo.

Se você ainda tem dúvidas sobre como identificar se uma empresa faz testes em animais e a importância de conhecer as listas de produtos Não Testados em Animais,  no Brasil, entre no site www.pea.org.br.  Os produtos da Biowash constam baixo o nome do fabricante Cassiopeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This